2

Cristais

Tão rápido passam as horas e setembro timidamente desabrocha já girassóis, margaridas, jasmins, hortênsias, orquídeas, cravos, narcisos, cristais, sentimentos.

Inverno seco ou apenas verão chuvoso, assim nos corrigiram algumas cidades e suas manias de estações bem definidas. e o amor só mais um rio que demora...

Tão e timidamente, horas atrás, entre rios, pontes, casarios antigos, deusas, sonhos de Ícaro e poetas, veredas: lembrou o Ser - Tão.

Branco Sol, vezes indefinido, rasga e dói lindo. Imensidão céu azul. Mostarda chão ardente. Vermelhidão homem calor mulher. Pequenez de nossos sentimentos preta sombra. Muita ou pouca chuva. Esperar ou desesperar-se, tanto faz: às vezes, melhor distrair-se. E flores, à seu modo de ver, flores. Mais cores.

Um riso.
---------
P.s: Escultura de Brennand, em frente ao Marco Zero, no Recife Antigo. Foto por Raissa, minha cunhada. Ela, enfim, conheceu o Recife.

2 comentários:

Vinicius Colares disse...

esse obelisco é ótimo, porque brennand adora simbolos fálicos?

Mateus disse...

pq é a pica dele, carai!